Min
Max
De
Até
Compartilhe este artigo
28 de abril de 2021
Junqueira

Novo jeito de morar: o que aconteceu com as famílias na pandemia?

Um novo jeito de morar. Foi o que as famílias buscaram nos últimos 12 meses em decorrência da pandemia da Covid-19.

Há mais de um ano as pessoas tentam se adaptar com a realidade imposta pela crise sanitária mundial. Jovens e crianças passaram a assistir aulas on-line, os pais que antes saiam para trabalhar diariamente, se adaptaram ao home office. Novos hábitos que todos tiveram de adquirir para sobreviver nesse tempo independentemente do tipo ou tamanho de espaço que tinham em seus lares.

O fato é que muitos começaram a pensar sobre uma nova maneira de morar, uma vez que o tempo de permanência em casa aumentou e com isso, novas necessidades surgiram.

De acordo com o diretor da Imobiliária Junqueira, Gustavo Junqueira, a procura por imóveis mais amplos desde o início da pandemia em 2020 cresceu. “Interessante é que a procura por tipo de imóveis mudou bastante, as pessoas querem morar com mais espaço. Temos muitos clientes que estão se mudando para chácaras, por exemplo”, conta.

Especialistas do mercado imobiliário atribuem isso ao fenômeno pandêmico, o que refletiu, positivamente, nos números de vendas e locação.

A maior financiadora do país, Caixa Econômica Federal, disparou em concessões de crédito imobiliário em 2020, obtendo recorde histórico. Foram R$116 bilhões contratados, o que gerou um aumento de 28,8% comparado com 2019. A carteira de crédito do banco obteve resultado de 509,8 bilhões no ano passado.

Segundo Indicador de Vendas da Abrainc (Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias) e da Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas), 2020 teve alta de 26,1% nas vendas e 1,1% nos lançamentos, resultados maiores já registrados desde 2014.

A pesquisa mostra, ainda, que os empreendimentos de linhas econômicas foram os que mais se destacaram, com 77,8% das vendas residenciais das incorporadoras em 2020 – maior volume comparado ao ano de 2019 que atingiu a marca de 70,2%.

MERCADO LOCAL

No contexto local, o mercado imobiliário de Piracicaba também se manteve aquecido.

De acordo com dados da Imobiliária Junqueira, o primeiro trimestre de 2021, comparado aos três últimos meses do ano passado, as locações de imóveis cresceram perto dos 30%. As vendas também se mantiveram crescentes entre o último e o primeiro trimestre desse ano.

Em recente análise sobre o perfil econômico dos clientes, feita por Junqueira, a maioria, 40%, buscam imóveis em Piracicaba e região com investimento de até R$250 mil. Enquanto 25% optam por investir entre R$250 e R$400 mil.Na faixa entre R$400 e R$ 600 mil, aparece 20% dos clientes, 10% ficam entre R$ 600 e R$900 mil, e 5% acima de R$900 mil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Envelope
Assine a nossa e receba nossos melhores conteúdos diretamente no seu e-mail.
Cadastre-se É rápido, fácil e gratuito.

Imóveis em Piracicaba e Região

Os melhores imóveis para comprar ou alugar em Piracicaba e região estão na Junqueira! São apartamentos, casas, kitnets, terrenos e imóveis comerciais em todos os bairros da cidade.

  • PIRACICABA(19) 2105-4448
  • RIO DAS PEDRAS(19) 3493-2193
  • SANTA TEREZINHA(19) 3415-3262